Ajuda para comprar carro adaptado PCD

Projeto: Carolina marques

Olá, eu sou a Carolina, Mãe dos gêmeos Italo e Arthur.

Tive uma gestação perfeita. Os gêmeos nasceram perfeitos e bem, porém nasceram prematuros de 34 semanas. Assim, precisaram ficar na UTI NEO NATAL para amadurecer o pulmão.

O Italo logo teve alta.

Porém o Arthur , em um dia de visitas , eu percebi que ele estava ficando meio paradinho e boquinha roxa. Corri, chamei a enfermeira que veio e logo me puseram para fora. Começaram a fazer massagem cardíaca nele. Eu vi tudo pelo vidro da porta da UTI .

Logo, o Arthur voltou e as enfermeiras me afirmaram que poderia acontecer devido ser prematuro. Mas já estava bem. Que foi só um susto.

Não fiquei satisfeita e pedi para falar com a médica responsável e me deu a mesma informação.

E de fato, ele voltou a ficar alegre, e aparentemente normal.

No dia seguinte, quando eu cheguei no hospital deparei-me com o Arthur todo entubado e elas disseram que ele teve outra apneia e não conseguiu voltar.

Oras, logo percebi que demoraram o socorro, visto que no dia anterior, se eu não estivesse visto ele passando mal, ninguém veria.

Acontece que Arthur ficou um mês e sete dias no hospital.

Passamos por momentos horríveis.

Até a médica chamando meu marido, por duas vezes, para mandar preparar as coisas do velório, que ele não suportaria viver.

Mas Arthur é guerreiro. Ele conseguiu!

E enfim, chegou o dia da alta.

Fui parabenizada pela equipe médica pelos gêmeos e informada que o Arthur estava bem , ótimo. Poderia ir, para casa, tranquila.

Com o passar dos meses, comecei a perceber a diferença entre os gêmeos. O Italo fazia coisas, que o Arthur nem tentava.

Quando fizeram 4 meses, tive certeza que Arthur tinha alguma deficiência.

Foi um caminho longo até chegar ao diagnóstico de PARALISIA CEREBRAL, quando ele já tinha um ano e dois meses de vida..

Desde então estamos na luta judicial contra os erros médicos e negligência.

Arthur fez tratamento na AACD durante quase 4 anos, mas teve alta porque segundo eles , não viam desenvolvimento.

Hoje estamos na luta também para conseguir um tratamento adequado para ele.

Eu, sou formada. E sempre trabalhei. Foi um choque perceber que não poderia mais , pois começaria a luta para dar uma qualidade de vida para meu Arthur .

Deixei de trabalhar desde então para cuidar exclusivamente dos gêmeos , em especial do Arthur.

Meu marido trabalha mais de 12 horas por dia, e fica fora de casa mais de 16 horas por conta do percursos casa e trabalho.

Assim sou eu quem, sozinha, cuida do Arthur.

Só meu marido trabalha e graças a Deus não nos falta nada. Tudo que Arthur precisa nós temos conseguido seja por via judicial, ou ajuda de pessoas como vocês que estão lendo esse meu apelo.

sei que não será diferente. *

Eu estou doente e com problemas na coluna. Minhas preocupação é que ele já está crescendo e precisa melhorar essa qualidade de vida.

Sabe, está situação gera muito estresse e um desgaste muito grande para ele.

O monta e desmonta da cadeira de rodas dele, a colocação do cinto de segurança sempre as pressas, e muitos outros fatores, acabam por atrapalhar no seu desenvolvimento nas terapias.

O que será totalmente diferente se conseguirmos esse carro com rampa

Já não sou tão novinha , tenho 40 anos e penso como será daqui para frente. Já já ele estará maior e exigirá ainda mais de mim.

Eu fico sozinha com o Arthur, e faço de tudo por ele. Eu o amo incondicionalmente . É o meu tudo , e farei sempre o que for necessário para que melhore sua qualidade de vida.

Já pensamos em várias formas para transportar essa cadeira sem precisar desse monta e desmonta . Pensamos até em colocar um suporte de bicicleta em nosso carro e pendurar a cadeira lá. Já montada . Mas logo desistimos depois de falar com um conhecido despachante. Pois nossa placa do carro é no porta malas , e a cadeira impediria um pouco a visão da placa. Assim, logo seríamos multados. Sem contar com a visibilidade que fica ruim para dirigir. Enfim, só encontrei essa forma segura de transportar a cadeira de rodas de uma forma rápida e sem prejudicar mais ainda o Arthur.

ASSIM PEÇO A AJUDA DE VOCÊS PARA COMPRAR UM CARRO ADAPTADO.

Por favor me ajudem a conseguir comprar esse carro adaptado.

Nós temos um carro, um corsa ano 2002, vamos vender também para tentar chegar no valor que precisamos . Embora meu carro não valha muito. Tabela Fipe: dez mil reais.

Gostaria que desse para fazer a adaptação no meu carro mesmo, mas infelizmente não é possível. Só faz em carros grandes como a SPIN DA CHEVROLET e a DUSTER DA RENAULT.

Quando estou com a coluna atacada, utilizo os táxis acessíveis, porque não tenho condições de carregar a cadeira. Mas também Não tenho condições de usar sempre o táxi.

Porque me ajudará na locomoção com ele e minha saúde estará melhor para cuidar do meu filho amado.

PELO AMOR DE DEUS ME AJUDEM !!!!

Esse carro já está a venda na loja cavenaghi.

https://www.cavenaghi.com.br/veiculos-acessiveis

Ele já vem adaptado para cadeira de rodas.

Assim não precisarei mais carregar a cadeira nos braços e nem aquele esforço de montar e desmontar. Faça chuva ou sol.

A cadeira ficará permanente no carro e assim, eu só precisarei carregar o Arthur.

Sei que um dia conseguirei uma casa térrea sem escadas, com a ajuda de Deus e essa luta também acabará.

NOS SOCORRAM POR FAVOR!!!!!

  • R$80.000,00

    Valor total desejado
  • R$100,00

    Valor arrecadado
  • 0

    Dias restantes
  • Valor desejado

    Método de término da campanha
Percentual arrecadado :
0.13%
O valor mínimo é R$10 O valor máximo é R$ Put a valid number
R$
, Brasil

Carolina Marques

1 Campanhas | 0 Campanhas favoritas

See full bio

Categoria:

Descrição

Olá, eu sou a Carolina, Mãe dos gêmeos Italo e Arthur.

Tive uma gestação perfeita. Os gêmeos nasceram perfeitos e bem, porém nasceram prematuros de 34 semanas. Assim, precisaram ficar na UTI NEO NATAL para amadurecer o pulmão.

O Italo logo teve alta.

Porém o Arthur , em um dia de visitas , eu percebi que ele estava ficando meio paradinho e boquinha roxa. Corri, chamei a enfermeira que veio e logo me puseram para fora. Começaram a fazer massagem cardíaca nele. Eu vi tudo pelo vidro da porta da UTI .

Logo, o Arthur voltou e as enfermeiras me afirmaram que poderia acontecer devido ser prematuro. Mas já estava bem. Que foi só um susto.

Não fiquei satisfeita e pedi para falar com a médica responsável e me deu a mesma informação.

E de fato, ele voltou a ficar alegre, e aparentemente normal.

No dia seguinte, quando eu cheguei no hospital deparei-me com o Arthur todo entubado e elas disseram que ele teve outra apneia e não conseguiu voltar.

Oras, logo percebi que demoraram o socorro, visto que no dia anterior, se eu não estivesse visto ele passando mal, ninguém veria.

Acontece que Arthur ficou um mês e sete dias no hospital.

Passamos por momentos horríveis.

Até a médica chamando meu marido, por duas vezes, para mandar preparar as coisas do velório, que ele não suportaria viver.

Mas Arthur é guerreiro. Ele conseguiu!

E enfim, chegou o dia da alta.

Fui parabenizada pela equipe médica pelos gêmeos e informada que o Arthur estava bem , ótimo. Poderia ir, para casa, tranquila.

Com o passar dos meses, comecei a perceber a diferença entre os gêmeos. O Italo fazia coisas, que o Arthur nem tentava.

Quando fizeram 4 meses, tive certeza que Arthur tinha alguma deficiência.

Foi um caminho longo até chegar ao diagnóstico de PARALISIA CEREBRAL, quando ele já tinha um ano e dois meses de vida..

Desde então estamos na luta judicial contra os erros médicos e negligência.

Arthur fez tratamento na AACD durante quase 4 anos, mas teve alta porque segundo eles , não viam desenvolvimento.

Hoje estamos na luta também para conseguir um tratamento adequado para ele.

Eu, sou formada. E sempre trabalhei. Foi um choque perceber que não poderia mais , pois começaria a luta para dar uma qualidade de vida para meu Arthur .

Deixei de trabalhar desde então para cuidar exclusivamente dos gêmeos , em especial do Arthur.

Meu marido trabalha mais de 12 horas por dia, e fica fora de casa mais de 16 horas por conta do percursos casa e trabalho.

Assim sou eu quem, sozinha, cuida do Arthur.

Só meu marido trabalha e graças a Deus não nos falta nada. Tudo que Arthur precisa nós temos conseguido seja por via judicial, ou ajuda de pessoas como vocês que estão lendo esse meu apelo.

sei que não será diferente. *

Eu estou doente e com problemas na coluna. Minhas preocupação é que ele já está crescendo e precisa melhorar essa qualidade de vida.

Sabe, está situação gera muito estresse e um desgaste muito grande para ele.

O monta e desmonta da cadeira de rodas dele, a colocação do cinto de segurança sempre as pressas, e muitos outros fatores, acabam por atrapalhar no seu desenvolvimento nas terapias.

O que será totalmente diferente se conseguirmos esse carro com rampa

Já não sou tão novinha , tenho 40 anos e penso como será daqui para frente. Já já ele estará maior e exigirá ainda mais de mim.

Eu fico sozinha com o Arthur, e faço de tudo por ele. Eu o amo incondicionalmente . É o meu tudo , e farei sempre o que for necessário para que melhore sua qualidade de vida.

Já pensamos em várias formas para transportar essa cadeira sem precisar desse monta e desmonta . Pensamos até em colocar um suporte de bicicleta em nosso carro e pendurar a cadeira lá. Já montada . Mas logo desistimos depois de falar com um conhecido despachante. Pois nossa placa do carro é no porta malas , e a cadeira impediria um pouco a visão da placa. Assim, logo seríamos multados. Sem contar com a visibilidade que fica ruim para dirigir. Enfim, só encontrei essa forma segura de transportar a cadeira de rodas de uma forma rápida e sem prejudicar mais ainda o Arthur.

ASSIM PEÇO A AJUDA DE VOCÊS PARA COMPRAR UM CARRO ADAPTADO.

Por favor me ajudem a conseguir comprar esse carro adaptado.

Nós temos um carro, um corsa ano 2002, vamos vender também para tentar chegar no valor que precisamos . Embora meu carro não valha muito. Tabela Fipe: dez mil reais.

Gostaria que desse para fazer a adaptação no meu carro mesmo, mas infelizmente não é possível. Só faz em carros grandes como a SPIN DA CHEVROLET e a DUSTER DA RENAULT.

Quando estou com a coluna atacada, utilizo os táxis acessíveis, porque não tenho condições de carregar a cadeira. Mas também Não tenho condições de usar sempre o táxi.

Porque me ajudará na locomoção com ele e minha saúde estará melhor para cuidar do meu filho amado.

PELO AMOR DE DEUS ME AJUDEM !!!!

Esse carro já está a venda na loja cavenaghi.

https://www.cavenaghi.com.br/veiculos-acessiveis

Ele já vem adaptado para cadeira de rodas.

Assim não precisarei mais carregar a cadeira nos braços e nem aquele esforço de montar e desmontar. Faça chuva ou sol.

A cadeira ficará permanente no carro e assim, eu só precisarei carregar o Arthur.

Sei que um dia conseguirei uma casa térrea sem escadas, com a ajuda de Deus e essa luta também acabará.

NOS SOCORRAM POR FAVOR!!!!!

ID Nome E-mail Quantia
9386Thomas Loureirothom_lsd@hotmail.comR$100,00

Informações do Vendedor

  • Nome do Projeto: Carolina marques
  • Vendedor: Carolina Marques
  • Endereço: Rua dos Rouxinóis Amarelos
    16
    São Paulo
    São Paulo
    02288-040
  • Nenhuma avaliação encontrada ainda!
Nenhum produto encontrado!

AVISO LEGAL: O texto e as imagens incluídos nessa página são de única e exclusiva responsabilidade do criador  e não representam a opinião ou endosso da plataforma Ajudapp.

Send this to a friend
Olá, isso pode ser interessante para você: Ajuda para comprar carro adaptado PCD! Este é o link: https://ajudapp.com.br/produto/ajuda-para-comprar-carro-adaptado-pcd/